Sunday, December 28, 2014

...no mar ...



...um café e um beijo...o som da chuva ...a paz...do teu abraço...

....vens buscar-me ? 

Saturday, December 27, 2014

Tu



... és estranho ...mas penso em ti...

... inquietas-me mas ...apareço.

... complicas o que é simples...mas ouço-te.

... e deste jeito vou deixando que fiques em mim...

Thursday, December 25, 2014

o abraço que te dou








Alturas há em que todo o sentir tem que ser escrito uma e outra vez ...repetido vezes a fio...


...as palavras ganham corpo   ...  tornando-se tiranas...


... obrigando-nos a fazê-las nascer...




...



...  não gosto do que fazes à tua vida  ... 

Tuesday, February 25, 2014

alma gémea







Nenhum sonho custa tanto a abandonar como o sonho de ter uma alma gémea, nem que seja noutro canto do mundo, uma alma tão perto da nossa como a vida. 

M.E.C.

Friday, February 14, 2014

Porque hoje apetece...



Aqui, neste meu canto posso confessar aquilo que , na "vida real " não me atrevo... sinto falta de alguém que me ature as "telhas", que releve a minha "rabugice", que seja meu amigo, que sorria comigo, que ria até às lágrimas, se preciso for... que me mime. Que me ouça, que dance comigo, que me leve a namorar à beira rio...ou na praia. Que me pegue ao colo, que apanhe uma flor do campo para me oferecer. Que me ajude a ultrapassar todo o cansaço, as chatices, as preocupações do dia a dia.
Quero acreditar que esse alguém existe, que não faz parte meramente dos meus sonhos, quando a noite custa mais a passar...

Que está por ai a viver a sua vida e um destes dias, sem que nada o faça prever, aparece sem se fazer anunciar  e me diz suavemente ao ouvido... quero acordar todos os dias ao teu  lado ...

Sunday, February 2, 2014

então se assim é,vamos mudar a folha ao calendário



Mudança...

Mudar de vida, de emprego, de amigos, de lugar....Mudar !

Mudar o sentir, mudar o amor ... Mudar dentro de nós.

Reciclar, esvaziar, limpar  e ... arrumar as ideias.

É bom !

E saber esperar. porque nada acontece por acaso e tudo, mas tudo mesmo,  acontece por uma razão.

Vou sentar na minha rocha e ...esperar !

 !