Wednesday, February 28, 2007

kisses

.............................

há os frios ou ardentes, desejados ou por obrigação .Os que provocam ou nos deixam indiferentes. Os sonoros ou os secos, os que se anseiam e os que se evitam. Os que nos trazem o infinito de recordações ou então o vazio...
...e os que nunca se dão....

Tuesday, February 27, 2007

Retur to inocence

.......................

"Daqui a alguns anos você estará mais arrependido pelas coisas que não fez do que pelas que fez. Então solte as amarras. Afaste-se do porto seguro. Agarre o vento em suas velas. Explore. Sonhe. Descubra."


Mark Twain

.....................

.............gente assim de verdade..........


Costumam chamar-me malcriada... não porque cuspa para o bule na hora do chá, mas porque gosto de dizer a verdade nua e crua nas bochechas de toda a gente, e não adianta, não cedo a ameaças nem a chantagens...Ao longo da vida fui frequentemente perseguida por defender ideais e princípios, que me são vitais: a justiça, a lealdade, a solidariedade, a tolerância...Faço disso a minha bandeira, sem esperar qualquer retorno... mas sou muito dura com os maus caracteres, com os oportunistas, com os aliciadores, com os opressores e com os cobardes. Não lhes sorrio nem que disso dependa ter uma côdea de pão na mesa...Reajo mal a tentativas de aliciamento, acenos, assédios, complots, crueldades e prepotência...Como não tenho amarras nem intelectuais nem morais, como não estou espartilhada nem tenho os chamados "rabos de palha"...Insurjo-me e Grito! Nunca me identifiquei com nenhum manifesto político, embora todos eles tenham algo de positivo, professei em miúda a fé que me foi transmitida pelos meus pais, mas já adulta tornei-me conhecedora de todas as religiões, que na essência defendem todas os mesmos ideais elevados...mas tudo é "gerido" por "Homens", normalmente "pequeninos" e com falta de escrúpulos, mas por muito "poderosos" que os considerem, para mim são Nada! E não me pisam nem me calam!Acusam-me de ser muito tolerante com os mais "frágeis" e extremamente exigente com os "fortes", mas sempre soube que não sou indiferente a ninguém...ou me Amam, ou me Odeiam...independentemente do estado das suas "forças"...Nos últimos dias entendi o sentimento de Deus quando destruiu Sodoma e Gomorra, porque ao olhar para trás não viu um único Homem Bom... Eu tive a sorte de no meio de tanto Fel, sentir o doce do Mel.A todos os que, apesar de ameaçados, difamados, perseguidos e privados quase da própria vida, não se acobardam, não se calam e não traem os seus princípios e ideais.Obrigada Amigos! »

Às vezes os caminhos (também virtuais) levam-nos a gente assim.Que nos fazem sentir,o que o ser humano tem de mais valor! E que mesmo sem conhecermos nos dão força para alguns propósitos...

Monday, February 26, 2007

U2

Está dentro de nós !!!!!!

Friday, February 23, 2007

GRANDOLA, VILA MORENA

Não devemos esquecer que Portugal também é ( ou foi...) feito com HOMENS destes!

a voz dos outros




este país precisa de mais gente assim
.................................................................................



« foram injustos os educadores quando defenderam que as crianças podem entender o mesmo que os adultos, porque na realidade podem entender mais »




.................................................................................


SILVA, Agostinho da in Aproximações, pág. 49

Thursday, February 22, 2007

A Fita de Moebius



..............................................................................


«Tal como a fita que dá uma ideia de não ser uma só superfície, podemos ter comportamentos nem sempre claros, que podem causar impressões erradas nos outros, mas na verdade, devemos ser o que somos, devemos ser nós mesmos, uma só face. Seja em que situação for»

Excelente post aqui !



...............................................................................



Wednesday, February 21, 2007

... do ser ...




« Não nos banhamos duas vezes na água do mesmo rio ! ... o que Sabina via correr era sempre era sempre outro rio, outro rio semântico: o mesmo objecto suscitava sempre outra significação, mas nessa significação repercutiam-se ( como um eco, como um cortejo de ecos) todas as significações anteriores. »
Kundera in A Insustentável Leveza do Ser

Friday, February 16, 2007

o "nim"

Existe ultimamente numa certa camada de profissionais, com as quais temos, para mal dos nossos pecados, que nos relacionar.Gente que parece sofrer de um determinado mal, que ora ronda a hipocrisia, ora faz lembrar momentos de alguma esquizofrenia acentuada.

E como gostam de nos tentar fazer passar por parvinhos. Do alto do seu (deles) pedestal hoje dizem que sim, amanhã que não. E vamos andando até ao dia em que a paciência esgota, abrimos o jogo e lançamos as cartas na mesa.

E então é vê-los reunidos em bandos, qual clã impenetrável. Viram o fundo ao tacho, escolhem apenas o que lhes interessa, desvalorizam o que não lhes interessa, e não raras vezes deturpam os iniciais propósitos.

Mas ainda a procissão vai no adro! E nós cá estamos de pedra e cal a ver no que dá...

E lá vem novamente a notícia!

E assim se ganha 2.000 por mês!
Está bem abelha...

Pink Floyd - Another brick in the wall

Pink Floyd - Wish You Were Here

Scorpions - Wind of Change

Vamos deixar que a música nos indique o caminho...

Wednesday, February 14, 2007

Amar é...






http://www.dailymotion.com/video/x16il1_love-story-07



para os que acreditam no destino... e já agora para os outros também que o dia convida...

ideia surgida aqui

Monday, February 12, 2007

A Tomada de Olivença

« Português que é português, chateia um espanhol pelo menos uma vez »
................

lembram-se de cada uma :-)

...............

Friday, February 9, 2007

anda tudo doido



Esta é mais uma das novidades do nosso sistema de ensino.Agora os meninos e meninas que se esquecem de levar um livro ou cadernos para uma determinada aula, levam um cartão amarelo. Mas nem todos, depende também se tem olho azul, ou usa calça de marca,ou tem voz irritante, ou melodiosa, ou está no mundo da lua,ou a mãezinha é muito boa pessoa, ou tretas do género.
Já deixou de interessar para uma grande maioria dos profissionais ( e honras sejam feitas às excepções ) se uma criança é portadora de TDAH ou DDA, conhecidos vulgarmente por déficit de atenção. Os argumentos de alguns "profissionais" apontam para que hoje em dia a maioria dos alunos o são. Podemos contestar e dizer que as estatísticas revelam o contrário: apenas entre 5 a 8 % e com incidência nos jovens do sexo masculino, mostram características que podem ser apontadas como indicadores deste transtorno.
Podemos e devemos. Mas depois somos obrigados a ouvir, durante horas a fio os desabafos de um qualquer profissional, que até tem problemas pessoais, como o comum dos mortais, e sobre a sua alçada, dezenas ou centenas de casos ditos complicados, e que desvaloriza afinal de contas as nossas reais preocupações.
Depois ainda temos que constatar mais uma vez, que afinal isto não passa de uma pirâmide e que já pouco falta para que a "lei do desenrascanço pessoal "passe efectivamente a estar legislada. Ora francamente é nesta fase, que sentimos (quase) vontade em levar também, os nossos cartões coloridos e começar a colá-los na caderneta escolar, dirigidos a alguns intervenientes deste sistema,que começar a rondar o absurdo.
Podia ser que assim nos ouvissem e dessem o valor devido a algumas preocupações de pais e mães, que se interessam pelo futuro dos seus filhos.E que têm o direito de ser tratados não como números, mas como seres únicos com características especificas e individuais!

Thursday, February 8, 2007

...pensamentos de outros......




"Odeio quem me rouba a solidão sem em troca me oferecer verdadeira companhia."
Nietzsche



"Uma coleção de pensamentos deve ser uma farmácia moral, onde se encontram remédios para todos os males."
Voltaire

"Uma vida gasta cometendo erros não é mais honrada, mas é mais útil do que uma vida gasta fazendo nada."
George Bernard Shaw


"A curiosidade é mais importante que o conhecimento."
Albert Einstein

"É preciso muito tempo para tornar-se jovem."
Pablo Picasso

......se........





“Se fosse possível levar os homens a despenderem na luta quotidiana, na paciência e na tenacidade, a energia que estão dispostos a gastar nas derrocadas tumultuosas, o mundo transformar-se-ia bem depressa, sem grandes choques e sem grandes incertezas”




Agostinho da Silva

Bon Jovi - Always

Wednesday, February 7, 2007

Jimmy Cliff - Reggae Night

...........

Há passagens da vida, que é absolutamente necessário manter vivas na nossa memória. A alegria, cumplicidade e partilha de momentos especiais, está na maioria das vezes, associada a determinadas músicas. Talvez por isso, quando recordamos, voltamos de novo a vivê-los .......

Gato Fedorento - Professor Chibanga

interessantes previsões:-)

Don't Worry Be Happy - Bobby Mc Ferrin

.............

A receita é simples...basta juntar os ingredientes certos!
...............

Tuesday, February 6, 2007

formas de ver

..................................


« ... A grande aventura é ser um homem aranha capaz de se mover na teia gigantesca que dá a volta ao mundo... »

..................................


Soares, Luísa Ducla,Os Novos Nautas in O Bloco de Nautas, XVI Encontro de Literatura Para Crianças, Fundação Calouste Gulbenkian, 2005


...................................



Vi o populoso mar, vi a aurora e a tarde, vi as multidões da América, vi uma prateada teia de aranha no centro de uma negra pirâmide, vi um quebra­do labirinto (era Londres), vi intermináveis olhos próximos perscrutando em mim como num espelho, vi todos os espelhos do planeta e nenhum me reflectiu... vi cachos de uva, neve, tabaco, listas de metal, vapor de água, vi convexos desertos equatoriais e cada um dos seus grãos de areia, vi em Inverness uma mulher que não esquecerei, vi a violenta cabeleira, o altivo corpo, vi um cancro no peito, vi um círculo de terra seca numa vereda onde antes existira uma árvore,...,ao mesmo tempo, cada letra de cada página (em pequeno, eu costumava maravilhar-me com o facto das letras de um livro fechado não se misturarem e se perderem no decorrer da noite), vi a noite e o dia contemporâneo, ... vi o meu quarto sem ninguém, vi num gabinete de Alkmaar um globo terrestre entre dois espelhos que o multiplicam indefinidamente, vi cavalos de crinas redemoinhadas numa praia do mar Cáspio, na aurora, vi a delicada ossatura de uma mão, vi os sobreviventes de uma batalha enviando bi­lhetes-postais, ...vi tigres, êmbo­los, bisontes, marulhos e exércitos, vi todas as formigas que existem na terra, vi um astrolábio persa, vi numa gaveta da escrivaninha (e a letra fez-me tremer) cartas obscenas, claras, incríveis, (...) vi um adorado monumento na Chacarita, ... vi a circulação do meu escuro sangue, vi a engrenagem do amor e a modificação da morte, vi o Aleph, de todos os pontos, vi no Alpeh a terra, e na terra outra vez o Aleph e no Aleph a terra, vi o meu rosto e as minhas vísceras, vi o teu rosto e senti vertigem e chorei, porque os meus olhos tinham visto esse objecto secreto e conjecturai cujo nome os homens usurpam, mas que nenhum homem olhou: o inconcebível universo.
Senti infinita veneração, infinita lástima.



Jorge Luis Borges, O Aleph

...............................

Pet Shop Boys - Always On My Mind

Whitney Houston-I will always love life

Natalie Cole - Unforgettable

O Gira- Ideias







....... quiçá algum dos senhores políticos da nossa praça queira aproveitar a indumentária para a época que se avizinha......

















Espantalho : Gira Ideias
Escola: Jardim de Infância da Palhaça, Aveiro
Turma: 3 aos 6 anos
Exposição de Espantalhos 1995-Parque de Serralves

mimos



quando nos mimam ficamos assim

... tolinhos

a palavra do velho Soba

do Blog Memórias Futuras

atrevemo-nos a colocar aqui, esta estória deliciosamente apetecível, sobre a justiça ou justiças do homem...

« Será Isto Justiça?

Tive a sorte de conhecer, já lá vão mais de 40 anos, junto à fronteira leste de Angola, nas então conhecidas por “terras do fim do mundo” do Alto Zambeze, um velho Soba, de bigodes entrançados, que era um produto genuíno de velha África tradicional que, provavelmente, já hoje vai rareando.

Era casado com várias mulheres, algumas muito mais novas que ele, e a sua descendência era vasta e constituída por jovens ainda de pouca idade.

Um camarada meu, de forma maliciosa, perguntou-lhe se todos aqueles jovens eram filhos dele ao que respondeu, serenamente, sem ter acusado a malícia da pergunta, que todas as crianças que nasciam na sua cubata eram seus filhos.

De uma forma simples e sintética o que ele disse é que para a sociedade a que pertencia, o importante eram as ligações afectivas e sociais porque se tratava de pessoas e não de bois-cavalos que pastavam ali ao lado, nas planícies a perder de vista, e entre os quais só prevalecem as relações biológicas porque, fora delas, as crias morrem votadas ao abandono por todos os restantes elementos da manada.

Lembrei-me desta história a propósito da desastrada sentença da juíza de Torres Novas que faria, com certeza, eriçar de espanto os bigodes do nosso velho Soba lá das “terras do fim do mundo” ou então sorrir incrédulo por mais este comportamento do “homem branco” próprio de crianças caprichosas e imaturas e que nem sempre regulam bem da cabeça.

Felizmente, a nossa digníssima juíza continua a afirmar-se de consciência tranquila quanto à douta sentença que proferiu o que nos retira qualquer dúvida sobre um eventual engano, precipitação ou momento menos feliz que todos, por vezes, temos no nosso trabalho e isto porque, se aplicou bem a lei, se é que aplicou (?), que lhe interessa se fez justiça ou deixou de fazer?

É que, mais uma vez, na sua douta cabecinha, ela não está ali para fazer Justiça mas apenas para Aplicar a Lei e Zelar pela Autoridade dos Tribunais.

Foi isso que ela conseguiu aprender nos Códigos e Manuais de Direito, foram esses conhecimentos que lhe bastaram para passar nos exames porque a mais a sua inteligência e sensibilidade não chegaram.

É, portanto, assunto arrumado e bem arrumado e venha o próximo Processo porque a sua secretária está cheia deles e não se pode perder tempo com pieguices!

Às urtigas os superiores interesses de uma criança que, atingidos desta maneira, podem arruinar todo um projecto de felicidade;

Às urtigas todo o amor e dedicação de uns pais que estão agora a ser postos à prova com a fuga para um e a privação da liberdade por seis para o outro;

Às urtigas esta imagem da Justiça que temos e do que podemos esperar dos nossos Tribunais e das nossas Juízas que, ainda por cima, são pagas com o dinheiro dos nossos impostos como foi, igualmente e em grande parte, o curso de Direito que esta senhora, jovem certamente, tirou.

Entretanto, a mãe biológica, reconhecida por tudo quanto os pais adoptivos fizeram pela sua filha e penalizada pelo que estão a passar, em solidariedade, assinou já o pedido de Habeas Corpus a favor da libertação do pai adoptivo.

Quem sabe, se numa reviravolta inesperada, não vamos ter, também, a própria juíza a assinar o tal documento para a libertação do sargento com a alegação de que o problema está nas leis que estão mal feitas e que ela, com o coração a sangrar, teve que aplicar?Quem sabe?


posted by Joaquim Paula de Matos »

ser feliz é uma decisão ...?!



...por vezes damos connosco a pensar, nos índices elevados de perfeição de determinados seres, que nos parecem absolutamente fora do comum...

e entendemos que se deve partilhar o que tem muito valor

O que é a litost ?






« A litost é um estado tormentoso que nasce do espectáculo da nossa própria miséria subitamente descoberta.



Entre os remédios habituais contra a nossa própria miséria, há o amor. Porque aquele que é absolutamente amado não pode ser miserável.Todas as fraquezas são resgatadas pelo olhar mágico do amor, em que até a natação desajeitada, com a cabeça erguida acima da superfície da água, se pode tornar encantadora. »









Kundera,Milan, O Livro do Riso e do Esquecimento, Dom Quixote,1989.






Monday, February 5, 2007

Jimmy Cliff - I can see clearly now

...... quando acordamos assim em tons de azul......

Friday, February 2, 2007

António Lobo Antunes

(Sátira aos HOMENS quando estão com gripe)


Pachos na testa, terço na mão,
Uma botija, chá de limão,
Zaragatoas, vinho com mel,
Três aspirinas, creme na pele
Grito de medo, chamo a mulher.
Ai Lurdes que vou morrer.
Mede-me a febre, olha-me a goela,
Cala os miúdos, fecha a janela,
Não quero canja, nem a salada,
Ai Lurdes, Lurdes, não vales nada.
Se tu sonhasses como me sinto,
Já vejo a morte nunca te minto,
Já vejo o inferno, chamas, diabos,
anjos estranhos, cornos e rabos,
Vejo demónios nas suas danças
Tigres sem listras, bodes sem tranças
Choros de coruja, risos de grilo
Ai Lurdes, Lurdes fica comigo
Não é o pingo de uma torneira,
Põe-me a Santinha à cabeceira,
Compõe-me a colcha,
Fala ao prior,
Pousa o Jesus no cobertor.
Chama o Doutor, passa a chamada,
Ai Lurdes, Lurdes nem dás por nada.
Faz-me tisasna e pão de ló,
Não te levantes que fico só,
Aqui sózinho a apodrecer,
Ai Lurdes, Lurdes que vou morrer.



comentário maroto : " só falta a música do Vitorino a acompanhar :-)"


Mãe, o que é que eu quero?

Era a frase proferida por uma amiga nossa, quando em criança desejava alguma guloseima com os seus olhitos gulosos...
Há dias assim, em que dentro de nós reina uma certa insatisfação. Mas à luz da razão e analisando racionalmente alguns factos, resta-nos pouco mais do que lembrar a pergunta feita pela nossa amiguita...

Thursday, February 1, 2007

O coito do Morgado




Estávamos em 1982 e a Assembleia da República debatia a despenalização do aborto. O então deputado do CDS, João Morgado, argumentou: «O acto sexual é para ter filhos». Natália Correia (na altura deputada do PS) subiu à tribuna para responder com um poema muito original. As gargalhadas obrigaram à interrupção dos trabalhos. O esquerda.net reproduz esta jóia da literatura portuguesa



Já que o coito - diz Morgado -

tem como fim cristalino,

preciso e imaculado

fazer menina ou menino;

e cada vez que o varão

sexual petisco manduca,

temos na procriação

prova de que houve truca-truca.

Sendo pai só de um rebento

lógica é a conclusão

de que o viril instrumento

só usou - parca ração! -

uma vez. E se a função

faz o órgão- diz o ditado -

consumada essa excepção,

ficou capado o Morgado.



(Natália Correia - 3 de Abril de 1982 )

Imitação: Ribeiro e Castro e a azia

Será que estes também comiam ervinhas do passeio enquanto crianças?

.... acho que não ! :-)

Para um ser querido

....................................

Quantas vezes sentimos que não havia explicação e o conflito instalava-se.Quantas vezes, a opcão pelo silêncio era a menos dolorosa. Tentar explicar o que não se consegue, é tudo menos fácil.E conseguir transmiti-lo a quem nos é querido também ...tantas vezes transformando a dor em alegria, juntando só os ingredientes que se desejam...
....................................
entendemos-te um pouco mais aqui