Friday, April 13, 2007

....... em busca da memória perdida....


Aconselhamos vivamente o ginseng ,dizem que os efeitos são excelentes. Pela nossa parte o défice não chega a tanto. Estávamos na idade da brincadeira e as preocupações, eram as de quem subia árvores, para arranjar o melhor lugar para se esconder.
Saltar à corda era um desafio e a macaca bem popular.Na rádio o José Cid cantava a toda a hora, mas dentro de nós a esperança dizia-nos, que teria que haver música diferente e melhor num ponto qualquer do planeta...
Depois houve um dia diferente dos outros.Onde as pessoas começaram a falar uma linguagem estranha. E o olhar dos nossos pais apresentava um brilho especial, mas as palavras ainda eram em tom baixo.Lá fora ainda havia ouvidos indiscretos, nunca fiando...

Nós lá fomos crescendo e recebendo a benção de palavras que não aparecem só nos dicionários. E damos graças por isso!

Por isso de vez em quando lembramos a frase FASCISMO NUNCA MAIS

Aqui fica então !


2 comments:

Luís said...

Mais uma excelente iniciativa!
Mas sabes... eu não sei se sou contra a criação do museu.

rascunhos said...

Sabes Luis, a questão não é a criação do museu, mas sim toda a envolvência ao redor do acto.

Conheço a zona de Stª Comba bem como as mentalidade. Viseu é um caso semelhante.Há mt saudosismo ainda...

Desde que no dito museu apareça tb os instrumentos de tortura que salazar permitia através da sua pide, ok

se formos a Auschwitz ainda hj percebemos a dimensão da tragédia que lá se passou

esperemos então para ver...

bjs e bom fim de semana