Tuesday, May 22, 2007

Do que não gosto!

imagem Google :-)



Hoje deu-me para falar do que não gosto. Se há dias, em que o assunto nos passa ao lado, outros nem por isso.

Não gosto de gente limitada,intolerante,quadrada,preconceituosa,com frustrações que acabam por se revelar num comportamento esquizofrénico.

Não gosto, dos que vendem a alma ao diabo, e ao mesmo tempo nos argumentam com sorrisos cínicos e de uma idiotia patológica, frases do tipo " mas as pessoas são assim mesmo, um misto de virtudes e defeitos". Não gosto da forma, como essas mesmas pessoas, para se sentirem menos mal, com a sua espécie de consciência,confundem "defeitos", com falta de ética, princípios e valores...

Não gosto dos que criam bodes espiatórios para se desculpar das suas falhas. Não gosto da arrogância e até violência verbal, daqueles que se encontram em posições privilegiadas ( por enquanto), relativamente àqueles que julgam "inferiores".

Não gosto daqueles cuja verborreia tem como única finalidade, o desvio das atenções do seu calcanhar de Aquiles.

Não gosto dos que "falam de barriga cheia", e se armam em moralistas da treta.Mas só conhecem a sua "moral". Não gosto e digo mais, em dias de chuva, irritam-me profundamente.


Sim, chove lá fora. A Primavera tem destas coisas e há quem diga que isso se pega a certos elementos de parentela e a outros que andam por aí ...

Entre uns e outros venha o diabo e escolha, porque como disse ao inicio: Não gosto !

3 comments:

antónio paiva said...

..............

eheheheh

Amiga,

isso não é chuva, é uma saraivada!!!

não lhas poupes
dá-lhes com força

................

Beijo

AC said...

Isto hoje esteve mau!
Cpts

Edson Marques said...

Belíssimo, esse teu texto de hoje!

Em 21/05 você publicou esta frase:

"Mude,
mas comece devagar,
porque a direção é mais importante que a velocidade"

mas disse ser de Clarice Lispector. Não é.

É a parte inicial do meu poema MUDE. E foi publicada no livro Mude, pela Pandabooks, com prefácio de Antonio Abujamra.

Em todo caso, agradeço pelo destaque dado a ela, mesmo com citação errônea de autoria.

Abraços, flores, estrelas.